início | fale connosco | contactos | ajuda | mapa | rss
Página Inicial
Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
Categorias
Não existem destaques
 






Boletim Municipal, Ano 5, Nº 13, abril de 2001
26 de Setembro de 2009
Boletim Municipal, Ano 5, Nº 13, abril de 2001
Boletim Municipal, Ano 5, Nº 13, abril de 2001

Triste morte, tua fouce porque cega
As boas ervas? Ah, seu duro gume
Por que razão às más se troce e nega?

Diogo Benardes

 

Editorial

Obrigado Cassiano

Por tudo quanto fizeste em prol do Concelho.
Por todos os que amaste.
Por todos os que curaste.
Por todos a quem salvaste a vida.
Por todos os que consolaste quando Já nada havia para fazer.
Por teres perdoado sempre a quem te ofendeu e não te soube respeitar.
Por teres dado tanta alegria a tanta gente.
Por teres ajudado os pobres e aqueles a quem a sorte não bafejou tanto.
Por teres ajudado os analfabetos e os cultos.
Por teres acarinhado os velhos abandonados pela sociedade egoísta de consumo e
de competição social ou económica.
Por teres galgado montes e vales, de dia e de noite, à procura de quem precisava de ajuda.
Pela tua luta social e política.
Pelo entusiasmo desportivo e cultural.
Pelo teu profissionalismo e dedicação médica que hoje, em face da tua partida, nos
faz sentir mais sós e muito mais desprotegidos.
De ti Ponte de Lima nunca se poderá esquecer porque o teu nome é digno de figurar ao lado do de António Feijó ou de Norton de Matos. Se Ponte de Lima te não erigir um busto ou estátua, haverei de plantar por minhas mãos as 45 camélias que o Miguel
Linhares me ofereceu para homenagear e agradecer os 45 anos da tua vida.
Obrigado por teres lutado até à morte para que pudéssemos usufruir mais da tua ajuda e companhia.
Que o teu exemplo, Cassiano, possa gerar mais Homens Bons e, sobretudo, mais médicos com o teu espírito e a tua bondade a qualquer hora do dia ou da noite e todos os dias do ano.

Porque será que deus chama, por vezez demasiadamente cedo, á Sua presença, a alma dos eleitos?
Nos Seus desígnios inabordáveis porque é que arrebata para junto de Si aqueles que mais falta fazem?
Certamente porque de almas boas como a tua é que Ele se quer ver rodeado![...]
Atingiste as paragens sobrenaturais. A tua alma respira enfim nos domínios suprasensiveis e
transcendentes da Verdade. Por isso conheces hoje melhor as falsidades a Terra.

Se a tua figura humana já se impunha nós pelas suas maneiras brandas e finas, melhor agora e tua alma se apresentará perante Deus, entretanto no coro eterno em honra de Aquele que te deu o ser, para servir de exemplo aos outros, no curto lapso desta primeira vida.


Que a paz inunde a tua existência espiritual!!

António Ferreira - Carta a Teófilo Carneiro

Daniel Campelo
Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima

 

Campelo, Daniel, dir. - Ponte de Lima: Boletim Municipal. Ponte de Lima: Câmara Municipal de Ponte de Lima, 2001.

Boletim Municipal, Nº 13, 2001 (pdf | 15.044 kb)

 
Palavras chaves
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo


Categorias