início | fale connosco | contactos | ajuda | mapa | rss
Página Inicial
Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
Categorias
Não existem destaques
 






Rio Lima: Memórias de um rio mítico
04 de Março de 2015
Rio Lima: Memórias de um rio mítico
Rio Lima: Memórias de um rio mítico

ALMEIDA, Carlos A. Brochado (Coord.) - Rio Lima: Memórias de um rio mítico. Ponte de Lima: Município de Ponte de Lima, 2015. 2º volumes. ISBN 978-972-8846-51-0.

 

Preço: € 30,00 (inclui o valor da taxa de IVA legal em vigor)
Como encomendar: contacte-nos através do e-mail:
arquivo@cm-pontedelima.pt.

 

 

Apresentação:

 Desde há uns tempos a esta parte, praticamente a partir do momento em que assumi a liderança dos destinos do Concelho de Ponte de Lima, que me apercebi da falha que era não possuirmos um estudo actualizado sobre o Rio Lima que, juntamente com a ponte romana e medieval, deu nome à nossa Terra.


Independentemente das investigações que foram feitas relacionadas com o principal curso de água que banha o território de Ponte de Lima e cuja bacia hídrográfica, aqui devidamente analisada em alguns dos seus diversificados aspectos, abarca seis concelhos do Alto Minho, aquando da apresentação do projecto aos restantes elementos que compõem o Executivo Municipal, de imediato, o acolhimento, em boa-hora, não mereceu qualquer hesitação.


De entre as obras anteriores, pelo carácter inovador, à época, no final do século XVIII, recorda-se, por nunca ser demais, "Os Estrangeiros no Lima", do limiano Manuel Gomes de Lima Bezerra, com dois volumes editados, respectivamente, em 1785 e 1791.

Contudo, mesmo que se conseguisse reunir tudo quanto ao Rio Lima diz respeito, estou certo que haverá sempre espaço para outros estudos com distintas abordagens, permitindo que as diversas áreas do saber se debrucem sobre este valor incomensurável de que todos nos orgulhamos.


Decidimos, por isso, desafiar o Prof. Doutor Carlos Alberto Brochado de Almeida, a quem devemos vários e interessantes textos sobre o Alto Minho, principalmente relacionados com a Arqueologia e com a História e que consideramos o especialista mais capaz de coordenar esta obra que, pelas dificuldades encontradas à partida, sabíamos iria ser de muita labuta.


Foi uma aposta ganha e não posso deixar de agradecer, em nome do Município de Ponte de Lima, o empenho do Prof. Doutor Brochado de Almeida e a dedicação de todos quantos estiveram ligados à construção deste trabalho.


Quanto ao Rio Lima, que todos amamos, recorda-me, inevitavelmente, a poesia de Fernando Pessoa, através do seu heterónimo Alberto Caeiro, na relação entre o maior rio do país e o rio com que cada um de nós vive no quotidiano.
Termino, por isso, com um trecho desse nome maior das letras portuguesas:


"[...]
Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia
E para onde ele vai
E donde ele vem.
E por isso, porque pertence a menos gente, É mais livre e maior o rio da minha aldeia.
É mais livre e maior o rio da minha aldeia.
[...]

Ninguém nunca pensou no que há para além
Do rio da minha aldeia.
O rio da minha aldeia não faz pensar em nada
Quem está ao pé dele está só ao pé dele."

Victor Mendes
Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima

Palavras chaves
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo


Categorias