início | fale connosco | contactos | ajuda | mapa | rss
Página Inicial
Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
Categorias
23 de Novembro a 26 de Novembro
  VI Festa da Gente Miúda e Feira Infantil | 24 a 26 de novembro
Todos os Eventos






O Bispo D. Gil Peres de Cerveira, D. Afonso III e os municípios do Alto Minho
05 de Dezembro de 2006
O Bispo D. Gil Peres de Cerveira, D. Afonso III e os municípios do Alto Minho
O Bispo D. Gil Peres de Cerveira, D. Afonso III e os municípios do Alto Minho

REIS, António Pais de Matos do - O Bispo D. Gil Peres de Cerveira, D. Afonso III e os municípios do Alto Minho. In DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS E TÉCNICAS DO PATRIMÓNIO; DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, coord. - Estudos de Homenagem ao Professor Doutor José Marques. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto. ISBN 972-8932-07-3. Vol. 1, 2006. p. 299-314.

Resumo:

D. Gil Peres de Cerveira, oriundo de uma velha família portuguesa, foi um bispo insigne nas letras, na virtude, na atividade pastoral, nas relações humanas, em suma, um dos maiores prelados de sempre na diocese de Tui [1250-1274], cuja metade sul era portuguesa, correspondendo ao território situado entre os rios Minho e Lima. D. Afonso III esteve empenhado, desde 1256, num vasto programa de normalização administrativa do Alto Minho: depois de confirmar o foral de Contrasta, mudando-lhe o nome para o de Valença, outorgou o foral de Monção, o de Viana da Foz do Lima e o de Pena da Rainha, e iniciou o processo que conduziu à outorga dos de Caminha e de Cerveira. A execução desse programa foi morosa e por vezes difícil, mas para o seu êxito contribuiu a clarividência e a boa vontade de todos os intervenientes, especialmente de D. Afonso III e D. Gil Peres de Cerveira.

 

  Texto Integral (pdf)

 

Fonte: Biblioteca Digital da Faculdade de Letras da Universidade do Porto


Palavras chaves
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo


Categorias