Passar para o Conteúdo Principal Top

arquivo municipal logo de Ponte de Lima

arquivo_3




Emigração de grupos familiares com passaporte obtido em Viana do Castelo no século XIX

Imagem 114 1 400 500
05 Dezembro 2004

RODRIGUES, Henrique Fernandes - Emigração de grupos familiares com passaporte obtido em Viana do Castelo no século XIX. In CONGRESSO PORTUGUÊS DE DEMOGRAFIA, 2, Lisboa, 2004 - Demografia: Demografia e População: os novos desafios: atas. Associação Portuguesa de Demografia. [em linha]. [s.l.: s.n.]. [Consult. 15 Nov. 2011].

Resumo

Ao estudarmos a mobilidade com passaporte obtido em Viana do Castelo, entre 1835 e 1900, num universo superior a trinta e três mil movimentos, apuramos a existência de mais de dois milhares e meio de licenças coletivas, onde a maioria dos transeuntes ostenta laços de parentesco. Assim, quer se trate de emigração de indivíduos com uma única viagem, quer sejam pessoas que retornaram e voltaram a embarcar com outros familiares, podemos apreender as lógicas da emigração onde intervêm elementos ligados por laços afetivos e de parentesco. Ao mesmo tempo, conseguimos estudar as características do fenómeno onde os acompanhantes figuram num plano secundário, relativamente ao responsável pela viagem. Com este estudo, além dos aspetos gerais que podem ser observados, conseguimos fazer uma abordagem de micro análise ao segmento migratório dos passaportes coletivos, onde a alfabetização, níveis etários, origem geográfica, destino, género e outras variáveis serão tratadas nesta comunicação, divididas entre titulares de passaporte e acompanhantes.