Passar para o Conteúdo Principal Top

arquivo municipal logo de Ponte de Lima

arquivo_3




Peregrinos a Santiago de Compostela: uma etnografia do Caminho Português

Imagem 77 1 400 500
06 Dezembro 2009

MENDES, Ana Catarina - Peregrinos a Santiago de Compostela: uma etnografia do Caminho Português. Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. 2009, 72 p + [7]. Tese de Mestrado em Antropologia Social e Cultural.

Resumo

Esta dissertação de mestrado tem como tema as peregrinações no Caminho de Santiago. O universo em estudo é o dos peregrinos que percorrem o Caminho Português de Santiago de Compostela. A problemática central prende-se com as motivações e os objetivos dos peregrinos, tendo em atenção as razões que os levam a percorrer o Caminho de Santiago a pé. A dissertação está dividida em três partes: Enquadramento Histórico, Trabalho de Campo e Enquadramento Teórico.

Na primeira parte é explicada a lenda cristã que está na origem do culto, é feito o levantamento da História da peregrinação na península Ibérica, enquadrando-a no contexto da reconquista cristã, e são identificados os novos usos de que o Caminho tem
sido alvo nas duas últimas décadas.

A segunda parte inclui a descrição do Trabalho de Campo e considerações metodológicas sobre a forma como foram obtidos os dados etnográficos. É identificado o universo em estudo assim como os traçados escolhidos pelos peregrinos que percorrem o Caminho Português de Santiago de Compostela. Através da análise de documentos e estatísticas, é traçado um perfil social e cultural mais detalhado dos peregrinos, com base nos dados de albergues e instituições.

Na terceira parte, Enquadramento Teórico, faz-se uma reflexão teórica e uma discussão da literatura existente sobre o tema. Analisam-se abordagens antropológicas às peregrinações. Segue-se uma definição do que entendemos por movimento New Age e o seu impacto na peregrinação. Abordamos também as motivações que levam à realização da peregrinação. Não sendo possível abarcar todas as facetas deste fenómeno tão complexo, dadas as limitações de espaço impostas, temos como objetivo, então, compreender os vários fatores que se têm conjugado para um aumento de peregrinos tão significativo e em tão curto espaço de tempo.