Passar para o Conteúdo Principal Top

arquivo municipal logo de Ponte de Lima

AMPL_1




Ponte de Lima: 11.º Festival Internacional de Jardins = 11th International Garden Festival

11. festival de jardins 1 500 600
04 Junho 2015

VIEIRA, Ovídio de Sousa - Ponte de Lima: 11.º Festival Internacional de Jardins = 11th International Garden Festival. Ponte de Lima: Município de Ponte de Lima, 2015. 135 p. ISBN 978-972-8846-53-4.

ESGOTADO

  • Preço: €5,00 (inclui o valor da taxa de IVA legal em vigor)
  • Como encomendar: contacte-nos através do e-mail: arquivo@cm-pontedelima.pt

Apresentação

É com um prazer enorme e uma muito maior honra que volto ao convívio dos leitores desta publicação e dos visitantes do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima para anunciar, em paralelo com a apresentação deste livro, o evento do ano de 2015, sob o aliciante tema A Água no Jardim, edição representativa de 11anos consecutivos a construir jardins efémeros que muito longe têm levado o nome das terras e das gentes limianas, aquelas pelas suas características peculiares e estas pela hospitalidade e pela simpatia demonstradas ante visitantes, turistas e, no presente caso, criadores e técnicos envolvidos nos projectos, os quais, no seu conjunto, transformam o sonho nesta realidade que vos expomos com orgulho.

O esforço que o Município de Ponte de Lima desenvolve diariamente na preservação e divulgação do seu património ambiental, associado ao excelente e reconhecido trabalho, exemplo nacional, na área dos espaços verdes é notório e ultrapassa fronteiras, contribuindo sobremaneira para esse êxito a dedicação, o esmero e o empenho dos autarcas, dos técnicos, dos trabalhadores e de toda a população limiana, que manifesta uma vaidade enorme por saber estar unida umbilicalmente à localidade que já recebeu galardões nacionais e internacionais, fruto da faina e preocupações diárias que, como certamente compreenderão, não permitem distracções e, muito menos, desleixos, para não se correr o risco, perdoem-me a analogia com a temática do Festival deste ano, de ver tudo correr por água abaixo.

No presente ano, decidimos iniciar mais um evento que será, estou certo, uma marca de excelência a muito curto prazo em Ponte de Lima - a Feira dos Espaços Verdes, na Expolima, destinada aos profissionais do sector e aberta ao público em geral, a organizar anualmente, adicionando motivos de atracção e visita, para além dos deveras importantes factores ligados ao empreendedorisrno, à produção de riqueza e ao desenvolvimento socioeconómico, interligados aqui directamente ao desenvolvimento ambiental, paisagístico, cultural e patrimonial.

No dia em que inauguramos o 11.º Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, encerramos urna das maiores manifestações mundiais na área dos espaços verdes conseguida, em boa-hora, trazer para Ponte de Lima, num trabalho sério e profundo que nos permitiu organizar o Congresso World Urban Parks 2015, o qual abordou assuntos especializados sobre Parques e Jardins Inteligentes, a par com o 9.º Congresso Ibero-Americano de Parques e Jardins Públicos - PARJAP Portugal 2015, eventos que acolheram em Ponte de Lima, também na Expolima, nomes de referência internacional e de reconhecimento académico em todo o mundo.

Não tenho quaisquer dúvidas que é esta a forma de dar continuidade ao lavor realizado na área ambiental e a este sonho que dá pelo nome de Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, repito, um sonho tornado realidade todos os anos, independentemente, muitas vezes, da luta contra-relógio que representa, principalmente quando as condições climáticas são adversas. Por ter a noção exacta de quanto isso custa aos diversos intervenientes neste projecto, agradeço à Direcção do Festival, que não se poupa a esforços para construir cada uma das edições do certame, ao Júri do Festival, pelo trabalho de seleccionar os projectos que permitem os resultados de alto nível alcançados até hoje e a todos os trabalhadores envolvidos, sobretudo aos do Município de Ponte de Lima, praticamente de todas as divisões e sectores que, duma maneira ou doutra, contribuem para dar forma ao sonho, com destaque, como é óbvio, para os trabalhadores da área dos espaços verdes. Uma palavra de agradecimento aos patrocinadores que continuam a acreditar nos projectos de Ponte de Lima e não nos viram as costas quando lhes solicitamos o apoio para construir o Festival Internacional de Jardins. Termino desejando que desfrutem ao máximo desta edição, que retirem ensinamentos através das mensagens que os projectos encerram e que convidem os vossos amigos a acompanhar-vos numa visita que espero seja inolvidável. Até para o ano, com o tema Jardins do Conhecimento.

Victor Mendes
Presidente da Câmara de Ponte de Lima